Quando a pandemia teve início, ficamos algum tempo sem noticiar acidentes graves no trânsito de Barra do Garças. No geral, os acidentes diminuíram e aquela loucura cotidiana foi menos sentida por quem trafegava pela cidade.

HEY! SABIA QUE LANÇAMOS NOSSO PRIMEIRO EBOOK? COM ELE VOCÊ VAI SABER IDENTIFICAR FAKE NEWS! É GRÁTIS! BAIXE AQUI

Com os passar dos meses e mesmo ainda em plena pandemia, o trânsito voltou praticamente ao normal em Barra do Garças, e aparentemente, tão “doentio” quanto antes de explodir os casos de coronavírus. Parece que vivemos até mesmo em uma capital.

É comum pessoas ultrapassarem o sinal vermelho do semáforo, não respeitar preferencial, ultrapassar pela direita, ultrapassar em zigue-zague, enfim, tratar o trânsito como se estivesse brincando de carrinho no quintal de casa.

Também temos os negacionistas nesse segmento. Aquelas pessoas que falam que é bom dirigir aqui, que tudo que acontece é normal e em cidade grande que a coisa é feia. Pois é… mas acontece que não estamos em cidade grande e não é normal esse desrespeito. Não podemos normalizar erros que causam prejuízos financeiros e físicos.

Hoje mesmo (25), um homem aceleradamente invadiu a minha preferencial e quase bateu a caminhonete no meu carro. Se eu não freasse e dirigisse “pra mim e para os outros”, eu estaria agora, provavelmente, em um hospital, devido a velocidade dele. E olha, que a placa de PARE estava bem visível na esquina.

Não podemos aceitar esse tipo de atitude dos loucos irresponsáveis de Barra do Garças. A culpa não é do governo se a pessoa é uma egoísta, sem o mínimo de empatia. Essa responsabilidade é de cada um. E a maioria comete erros e nem liga, nem quando sofre um acidente. Só faz a diferença mesmo, se ela morrer, já que ela não estará mais no trânsito.

Será que é preciso a morte para mudar as atitudes? Quando vamos aprender? Será que o ser humano não tem capacidade nem para conduzir um veículo do seu trabalho para casa ou escola ou lazer sem causar estragos? Mesmo em uma cidade interiorana, onde você chega nos principais locais em menos de 15 minutos?

É um assunto que quem mora aqui está cansado de escutar, mas se nos calarmos, vamos seguir sofrendo. Claro que um texto não vai mudar a história, mas se conscientizar uma alma, já será uma vitória.

Só queremos chegar em segurança para casa. Esse desespero doentio não vai salvar sua vida, pelo contrário, pode prejudicar a sua, a minha e de outras pessoas com quem divide as ruas. Vamos ter um pouco mais de consciência ao pegar o veículo.

Veja mais conteúdo do Holofote Digital, inscreva-se em nosso canal no YouTube e acesse nosso site e redes sociais:
YouTube do Holofote Digital: https://www.youtube.com/channel/UC4lC8npXPj6slsnNCiGS5gQ
Facebook do Holofote Digital: https://www.facebook.com/holofotedigitalhd/
Twitter do Holofote Digital: https://twitter.com/HolofoteD
Instagram do Holofote Digital: https://instagram.com/holofotedigital/

LEIA MAIS:

ENTENDA COMO CHEGAMOS A TANTOS CASOS DE COVID-19 EM BARRA DO GARÇAS

QUARTA TEMPORADA DE “LA CASA DE PAPEL” É ALUCINANTE

13 REASONS WHY CHEGA A ÚLTIMA TEMPORADA, COM FINAL DIGNO

Por Lucas Iglesias

Lucas Iglesias é Jornalista, além de empreendedor, idealizador do grupo Anormal Produções e um dos idealizadores da agência de consultoria e marketing digital, Identimídia e do portal de notícias Holofote Digital.

Deixe seu comentário

Inscreva-se aqui    OK Não