Alucinante! Esta é a palavra que mais poderia definir esta quarta temporada do seriado. Eu assisti na madrugada de sexta para sábado os seis primeiros episódios e só parei porque já passavam das quatro da manhã. Mas nesta madrugada de sábado para domingo, matei os últimos episódios que faltavam.

O texto a seguir tem spoilers, MUITOS, então se ainda não assistiu, por favor, pare a leitura e volte quando terminar

O seriado é para quem gosta de ação, não quer exigir muito de um roteiro incrível, mas com sacadas geniais como as tomadas pelo professor, porém, vamos nos ater a série e não fazer comparações com o mundo real, onde quase tudo seria praticamente impossível de acontecer. Ou não.

O primeiro episódio, o modo como salvaram a Nairóbi, encheu-me de esperanças de que ela teria um bom destino, que seguiria no seriado, já que ela é uma das personagens preferidas dos fãs. Mas quando o Gandía fugiu, já ficou claro que algo ruim aconteceria.

É lamentável como o Palermo ferrou com todos eles ao dar todas as dicas para o loucão sair das algemas e causar o caos. O modo como o Rio estava afetado psicologicamente pelo trauma sofrido na prisão, mas ainda assim, colocaram ele em missões complexas, também ajudaram a complicar a equipe.

Observar o Professor quase perdendo a cabeça, mas tendo ela posta no lugar pela Tóquio, foi um momento emblemático para os fãs da série. Afinal, a Tóquio é a causa da maioria dos problemas da equipe. Eles começaram a assalto por causa dela, para resgatar o Rio.

Cada episódio cheio de tensões, achei muito bacana essa parte, principalmente para quem estava em procura de um entretenimento que realmente prendesse nesse período onde a cabeça pensa em mil coisas tensas, devido a pandemia.

No final de cada um dos oito episódios, eu queria seguir assistindo. A maneira genial com o que o roteiro soube despertar a curiosidade, me mostrou que essa foi a melhor temporada do seriado e ao contrário de muitos, que perdem força com o passar das temporadas, “La Casa de Papel”, se tornou melhor, mais completa.

A inteligência do Professor é digna de todos os elogios. O modo como articulou para salvar a Lisboa, sem ferir ninguém com isso, foi genial. Apesar disso, não soube prever que a policial mais odiada do seriado, a Sierra, encontraria o rastro dele e o acharia escondido.

Será que o Professor realmente não considerou essa hipótese? É uma grande deixa para uma nova temporada. Afinal, Sierra que prendê-lo e recuperar seu posto na polícia ou quer matá-lo como vingança por ele ter colaborado para destruir a carreira dela?

Vale também lembrar do Arturo, que nas primeiras temporadas era visto como um babaca, um bobão, subiu de nível para o lado ruim e agora é um estuprador, predador. Com certeza, terminou a temporada como o personagem mais odiado da série.

Foram duas temporadas no Banco da Espanha. Será que finalmente na quinta temporada, que ainda não foi confirmada, mas sabemos que será, afinal, hoje (05) já é a série mais vista na Netflix do Brasil, e com certeza, com o tanto de gente em casa, é uma das mais vistas no mundo, eles finalmente vão sair do banco e finalizar o assalto com o ouro roubado?

Enfim, esta foi a temporada que mais conseguiu me prender e o final dela foi como um típico seriado de grande sucesso, com muitas perguntas e ansiedade para uma nova temporada. Com certeza, é um dos melhores entretenimentos atualmente.

Veja mais conteúdo do Holofote Digital, inscreva-se em nosso canal no YouTube e acesse nosso site e redes sociais:
YouTube do Holofote Digital: https://www.youtube.com/channel/UC4lC8npXPj6slsnNCiGS5gQ
Facebook do Holofote Digital: https://www.facebook.com/holofotedigitalhd/
Twitter do Holofote Digital: https://twitter.com/HolofoteD
Instagram do Holofote Digital: https://www.instagram.com/holofotedigital

Por Lucas Iglesias

Lucas Iglesias é Jornalista, além de empreendedor, idealizador do grupo Anormal Produções e um dos idealizadores da agência de consultoria e marketing digital, Identimídia e do portal de notícias Holofote Digital.

Deixe seu comentário

Ativar notificações    OK Cancelar